Convidada: Kátia Ferreira Jung (Psicóloga, membro efetivo – SPPA, docente e supervisora – IEPP)

Coordenação: Sônia Lopes (Psicóloga, Sócia Graduada – IEPP)

Todos nós sabemos do propósito de Freud e de seus esforços para manter a psicanálise, por ele inventada, coesa, com princípios teóricos e estruturais sólidos. Ao mesmo tempo, seu espírito científico impôs um cuidado criterioso para deixá-la, em certa medida, aberta a novos desenvolvimentos. Hoje, um século depois, um pluralismo psicanalítico instiga e desacomoda qualquer tentativa de circunscrever a teoria Psicanalítica em único modelo.

Ao contrário, criou-se, o que correntemente chamamos “Babel Psicanalítica”. Com isso surge a pergunta: o que é psicanálise hoje? A esse respeito, André Green corrobora com a rubrica “Uma psicanálise ou várias?”

A proposta deste grupo de estudos, não visa responder diretamente a essas questões. Mas pretende, ao reestudar os textos metapsicológicos, aprofundar o conhecimento da teoria freudiana e, com isso, possibilitar um embasamento que capacite a uma melhor compreensão dos acréscimos e contribuições teóricas de autores pós Freud.

grupo freud